As primeiras linhas do FST11

O esforço e a dedicação da equipa durante os primeiros meses de trabalho começam a dar frutos com o início do ano.


Os primeiros moldes positivos do monocoque começam a ganhar forma, compostos por MDF (Medium Density Fiberboard). Esta peça (o monocoque) é a base sobre a qual assentarão os restantes sistemas do carro. Existem outros componentes que requerem este tipo de moldes, como é o caso do pacote aerodinâmico.


São vários os departamentos que utilizam compósitos na equipa, nomeadamente Aerodinâmica, Chassis e Powertrain. Contudo, Aerodinâmica e Powertrain trabalham com infusões das suas fibras em vez de laminações com fibra pré-impregnada ou "Wet Lay-ups". Este ano a equipa começou a explorar o uso de moldes em impressão 3D. Estes moldes são maioritariamente usados pelo departamento de Aerodinâmica, que já efetuou com sucesso as primeiras infusões de flaps.


Por último, relativamente à eletrónica presente no carro, e apesar da escassez global de componentes eletrónicos, todas as PCB’s (printed circuit board) necessárias para o correto funcionamento do carro já se encontram em produção.


Durante todo o processo de maquinação somos ajudados pelos nossos patrocinadores, que trabalharão incansavelmente para tornar as nossas ideias realidade.



49 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo