TAP - Asas para correr

Durante o mês de março, os membros da FST Lisboa tiveram a oportunidade de começar a laminar o monocoque de fibra de carbono, na Oficina de Compósitos e Interiores de Cabine da TAP Maintenance & Engineering, utilizando tecnologia de ponta sob conselho e supervisão profissional. Graças a inúmeras horas de trabalho, foi feito um grande progresso no monocoque de fibra de carbono do FST 11.


Há muitas formas diferentes de produzir peças de fibra de carbono, mas devido às grandes dimensões da monocoque, a equipa optou por um método simples e eficiente - Wet Lay-up. A fim de remover o excesso de resina e melhorar o acabamento da superfície da peça, esta foi embalada a vácuo.


Ao laminar, uma folha de fibra de carbono é adicionada ao molde, uma camada de cada vez, sendo que cada camada é embebida com resina, à mão, utilizando um pincel ou rolo. Depois de todo o reforço ter sido adicionado ao molde e molhado com resina, a peça pode, nesta fase, ser embalada a vácuo. Depois disto, começa a curar no forno.





Gostaríamos de agradecer à TAP Maintenance & Engineering por nos permitir utilizar as suas instalações sofisticadas, bem como o apoio continuado ao longo dos anos. A TAP Maintenance & Engineering é uma das patrocinadoras mais antigas da FST Lisboa e a sua contribuição continua a aumentar!

31 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo